Teorias do Poker

Textos selecionados e traduzidos para português para lhe ajudar a jogar seu A+.

  • CÓDIGO DE BONUS PT200 PARA BÔNUS DE 100% ATÉ $200

    OBS: Limpar os cookies antes de fazer o download $200 de Bônus no Everest Poker

#07 – Construindo Uma Tabela de Mãos Iniciais – Jogando em Middle Position

Posted by Danilo Telles em dezembro 13, 2007

Building a No-Limit Hold’em Starting Hand Chart – Playing in Middle Position

Escrito por Ed Miller, traduzido por Preacher

Se você ainda não leu, leia as três primeiras partes da série:
Early Position Standards
Playing In Early Position
Middle Position Standards

Lembrando da primeira parte, considera-se que estamos jogando 10-handed onde todos os jogadores têm o stack de aproximadamente 100 BB. Se os stacks forem substancialmente diferentes, as recomendações seriam substancialmente diferentes. Num jogo 6-handed, middle position representa os dois primeiros lugares, e você pode usar essas recomendações como se estivesse num jogo 10-handed e os jogadores em early position foldaram.
Na última seção, nós dividimos as recomendações em três grupos: abrindo o pot, jogando contra limpers e jogando contra um raise. Faremos o mesmo aqui.

Se você está abrindo o pot

Quando você está abrindo o pot em middle position, eu geralmente recomendo que você dê raise. Eu fiz uma recomendação similar para early position, mas é mais importante em middle position por várias razões:
• É mais improvável você enfrentar uma grande mão.
• Você tem melhor chance de ganhar os blinds.
• Você tem melhor chance de jogar a mão em posição contra os blinds.

Com a maioria das mãos que você pode abrir de middle position, você achará melhor ganhar os blinds ou jogar em posição num raised pot. O pior caso é se você tomar um reraise de alguém que fala depois de você; callers depois de você é outro cenário indesejado.

Antes de continuar, quero destacar um ponto. Digamos que você tem 87s, e o jogador no big blind gosta de defender com um grande range de mãos contra preflop raises. Você tem duas escolhas, das quais pode optar livremente. Você pode dar limp e jogar a mão heads-up contra o big blind ou pode dar raise para 3-4BB e jogar somente contra o big blind. O que você prefere?

Algumas pessoas podem preferir dar limp porque 87s é uma mão especulativa, então eles pensam que querem arriscar o menos possível antes do flop. Eu, entretanto, normalmente prefiro o raise. Por quê? Eu tenho posição. Em no-limit, suas cartas são somente uma parte da equação. “A situação” é outra parte importante. A situação é a combinação do range de mãos do seu oponente, as apostas, quanto risco seu oponente gosta de encarar, e mais. Se a situação for suficientemente boa, você pode transformar em lucro qualquer mão, e ter cartas com valor somente adiciona um pequeno extra.

Eu gosto do raised pot porque produz mais situações rentáveis. Considerando que tenho posição, ganharei mais vezes. Roubarei mais mãos, e dessa forma terei mais equity no pote (e eu o quero maior). Não apenas isso, mas com stacks de 100BB, um pote raised modestamente tende a armar situações onde eu posso exercer bastante pressão sobre meu oponente depois de uma ou duas apostas. Talvez com minhas cartas, 87s , prefira ver o flop barato, mas esse fator deixa de ser importante numa situação rentável em posição com raised pot. (Essa lógica não se aplica contra alguns oponentes, mas creio ser verdadeira contra a maioria.)

Então essa é a principal razão do porque eu gosto do raise. Pelas razões acima, eu também não vario muito o tamanho dos meus raises em middle position. Eu não tenho que ser tão cauteloso sobre enfrentar grandes mãos ou uma situação ruim, e eu estou mais confortável construindo um pote ligeiramente maior porque eu tenho uma melhor chance de jogar a mão em posição. Tipicamente, eu vou dar raise entre 3 e 4 BB quando eu abrir o pote. Se o “raise padrão” da mesa for maior do que isso, e eu tenho uma mão em que não me importo de jogar um pote maior, eu dou raise para algo um pouco maior do que o padrão. Nessa situação, o SPR tem uma significante participação em minha decisão de tamanho de raise.

Então, basicamente, se eu for abrir o pot, eu faço um raise, normalmente 3-4BB, mas às vezes maior, dependendo das condições do jogo.

Se você está jogando depois de um ou dois limpers

Se há um limper, eu também estou propenso ao raise. Nessa situação, é ainda mais provável que eu jogue a mão em posição (embora menos provável que eu roube os blinds). Eu vou normalmente dar raise de 4-5 BB, ou um pouco mais, porque mais jogadores e mais dinheiro está no pote.

Contra dois ou mais limpers, eu algumas vezes também dou limp. Para retroceder um pouco, se os limpers e/ou o big blind são tight e foldam frequentemente para um raise, então eu normalmente dou raise em todas as minhas mãos, aumentando o tamanho de acordo com os limpers. Mas se os limpers e o big blind estão mais favoráveis ao call (fazendo assim um pote 4-way ou maior), então eu não dou raise em todas as mãos. Nessa situação, minha decisão é fortemente guiada por considerações do SPR. Com uma mão como um suited Ace ou suited connector, eu me contento em jogar com um alto SPR e somente dar limp. Com uma mão alta como big pair ou AK, eu normalmente dou raise em uma quantia que produza um confortável SPR se eu tiver o número esperado de callers. Esse número pode mudar de acordo com o tamanho dos stacks e exatamente quantos callers eu espero, mas 6-8 BB com vários callers esperados e stacks de 100BB produzirão um SPR no range 3-5 se encaixa na conta.

Eu também prefiro raises menores com pocket pairs. É mais fácil limpar alguém com um raised pot do que com um limped pot, e com alguns pocket pairs em multiway pots, eu estou definitivamente procurando limpar alguém. Eu não quero entregar minha mão com o tamanho do meu raise, então eu não o faço contra jogadores muito agressivos ou imprevisíveis, porque não quero ser reraised. Eu guardo essa jogada para quando eu sei não vou receber nada além de calls.

Se seus oponentes são espertos e pode imaginar que você está fazendo grandes raises com mãos altas e pequenos raises ou limps com mãos baixas, então mude o suficiente para confundir qualquer um que possa estar prestando atenção. Limp com mãos como AK ou raise com suited connector.

Se Você Está Jogando Contra um Raise

Se você leu a última parte, você já está foldando a maior parte de suas mãos nessa perigosa situação. Se minha mão é forte suficiente para jogar, eu apenas dou call se sou o primeiro no pot após o raise. É uma situação incerta jogar contra um raise a sua direita e múltiplas mãos desconhecidas a sua esquerda. Você arrisca ser squeezed. Dar reraise tende a deixar você bastante vulnerável com uma mão fraca, e se você der reraise só com AA ou KK você será muito previsível. Eu dou reraise mais freqüentemente se o raiser for loose ou se os outros oponentes na mesa são loose (particularmente se eles podem dar call no reraise com uma mão fraca) e/ou previsíveis.

Infelizmente, é difícil dar uma boa regra porque a jogada sempre é rapidamente relacionada à situação, uma vez que um de seus oponentes dá raise, mas creio que se você está em dúvida, prefiro dar call.

Se um ou mais jogadores já deu call num raise, então o dead money faz o reraise mais atrativo. Depois de um raise e um call ou dois, eu costumo dar reraise com AK, outras mãos grandes, e às vezes mãos pequenas como T9s. Com pocket pairs (não com os maiores), eu às vezes dou reraise e às vezes call; considerando que pocket pairs jogam de maneira excelente em multiway raised pots, o call ainda é uma forte opção. Mas não é a única opção, já que o reraise para pegar o dead money deve ser considerado.

Então contra um raise, primeiro, jogue mais tight! Depois que fizer isso, se você for o primeiro depois do raise, apenas dê call já que você está numa situação vulnerável e você não quer se expor a um grande pot. Se seus oponentes são muito loose e você tem uma mão forte, você pode dar reraise por value independente de sua posição ruim.
Se você está jogando contra um raise e um ou mais calls, reraise freqüentemente. Com pocket pairs, entretanto, você tem uma escolha a fazer porque tanto o call quanto o reraise vão gerar resultados favoráveis, e você tem que decidir qual prefere nessa situação.

No próximo artigo, falarei sobre jogar no cutoff.

Anúncios

3 Respostas to “#07 – Construindo Uma Tabela de Mãos Iniciais – Jogando em Middle Position”

  1. GBL said

    muito bom o trabalho!

    keep tha good job!

    abrazz!

    -G B L-

  2. Mun1z said

    Show os artigos, to querendo ver como jogar nos blinds, minha principal dificuldade de defesa nessas posições..

    abs

  3. especulador said

    Mun1z,

    O artigo sobre os blinds está na lista. Antes ainda temos o CO e o BTN.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: