Teorias do Poker

Textos selecionados e traduzidos para português para lhe ajudar a jogar seu A+.

  • CÓDIGO DE BONUS PT200 PARA BÔNUS DE 100% ATÉ $200

    OBS: Limpar os cookies antes de fazer o download $200 de Bônus no Everest Poker

#27 – A Caixa de Ferramentas do No-Limit – O Call como blefe

Posted by Danilo Telles em abril 1, 2008

The No-Limit Toolbox — The Call Bluff 

 Escrito por Ed Miller, traduzido por Luisinho.

Como funciona: Você tem posição sobre um adversário agressivo. Seu adversário aposta uma pequena porcentagem do que resta do stack. Você tem uma mão marginal, mas paga. Na próxima rodada, o seu adversário dá check, você aposta, e ele corre.

A jogada em ação: Você está no button num jogo de $2-$5 com um stack de $1.000. Um jogador agressivo abre pra $15. Ele tem mais fichas que você. Você paga com 7d 5d . O flop vem Kc 8d 4c te dando uma gutshot pra straight e um backdoor flush. Seu adversário aposta $20, e você paga. O turn é um Ah. Seu adversário dá check, você aposta $50.

Porque ela é boa: O Call Bluff te dá vantagem da posição para maximizar suas recompensas versus o risco e para manter o seu adversário desequilibrado. Ao invés de dar o blefe aumentando imediatamente, você atrasa o blefe até a próxima rodada. Fazendo isso você força o seu adversário a agir mais uma vez antes de comprometê-lo com o blefe, lhe dando mais informações sobre a força da mão de seu adversário. Usando o exemplo acima, ao invés de arriscar imediatamente $70 para ganhar $50 do pote, você arrisca apenas $20 para ter o direito de uma carta extra e mais uma rodada de informações. Quando o seu adversário dá check, você interpreta esse ato como um sinal de fraqueza, e você arrisca os outros $50 com melhores chances de ganhar. Além do que, usando o call bluff de vez em quando, ajuda a balancear o seu jogo e deixar o seu adversário imaginando o que você tem. Quando você paga uma aposta, o seu adversário não sabe se você tem uma mão forte, uma mão para blefe, ou um bom draw.

Quando funciona: O call bluff funciona melhor em duas situações: quando o seu adversário é bem previsível, ou quando os stacks estão bem grandes comparados com o tamanho da aposta. Ser previsível é bom porque aumenta a qualidade da informação extra que você pega. Alguns jogadores irão aumentar antes do flop e irão fazer a continuation bet com quase todas as mãos. Mas no turn, eles apostarão somente se tiverem alguma coisa, e desistirão em caso contrário. O call bluff é ótima contra essa estratégia. Quando os stacks estão muito grandes, um raise imediato pode não ser o grande o suficiente para fazer alguém sair da mão. Por exemplo, se o seu adversário aposta $20, e você aumenta mais $50, ele pode dar call com o par maior. Mas se você der cal, e então aumentar a aposta dele de $50 para $150, ele provavelmente irá dar fold. Aumentando o pote um pouco com o seu call, você faz a mão ser jogada por mais e conseqüentemente assustará mais mãos de seus adversários.

Quando não funciona: O call bluff não funciona bem quando você está fora de posição ou quando você tem vários adversários. Fora de posição você não ganha muito com a informação extra. E contra vários adversários, não é tão provável que você vá atingir o seu objetivo, além de oferecer a oportunidade de eles blefarem antes, ganhando o pote inclusive com o seu call. O call bluf também não funciona contra jogadores agressivos e que tenham um stack pequeno. Digamos que o seu oponente faça uma c-bet no flop, e você pague. Ele aposta de novo no turn, mas ele é agressivo, então é bem provável que ele esteja blefando. Se não há muito dinheiro sobrando depois da sua segunda aposta para você dar um raise sólido, você não será capaz de jogá-lo para fora do pote mesmo com mãos fracas ou com draws. Com stacks pequenos e contra adversários agressivos, é melhor você usar o Overbet semiblefe no flop. Também, naturalmente, o call bluff não é tão bom contra adversários que são muito passivos para apostar no flop sem uma mão forte. Pra fazer o call inicial valer à pena, você deve achar que o seu adversário está apostando com uma mão fraca ou marginal.

Variações: O padrão mais comum para o call bluff é bet-call no flop, e então check-bet-fold no turn. Mas você também pode jogá-la com bet-call no flop, e bet-raise-fold no turn. Além do mais, com algumas mãos e tamanho de stack, você pode atrasar o blefe para uma segunda hora, jogando ele com bet-call no flop, bet-call no turn, e check-bet-fold no river.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: